Envie seu whats:
(54) 99664-0955

MEGA NEWS Ver +


Cuba começa a distribuir pílula para prevenir a disseminação do HIVCuba começa a distribuir pílula para prevenir a disseminação do HIV

Compartilhe:
Publicado em 06/08/2019, Por Hypeness

Mundialmente reconhecida por investir grande parte de suas riquezas em saúde pública, garantindo-lhe índices de mortalidade infantil inferiores até mesmo dos países desenvolvidos, Cuba iniciou um programa pioneiro de prevenção à disseminação do vírus do HIV.

Ainda em fase de testes, a iniciativa visa entregar gratuitamente a PrEP, uma pílula de profilaxia pré-exposição, à população cubana – hoje a mais populosa do Caribe, com 11 milhões de habitantes.

Elas começaram a ser distribuídas no município de Cárdenas, em Matanzas. O governo espera expandir o serviço para todo o país até o fim do próximo ano.

A PrEP, quando ingerida corretamente, reduz a probabilidade de contaminação pelo HIV em até 90% dos casos.

As autoridades escolheram Cárdenas devido à sua alta incidência de disseminação local – onde vivem 234 pessoas com o vírus, com uma média de 30 novos casos por ano.

O Brasil é um dos poucos países que também oferecem pílula similar pelo sistema de saúde pública – junto, nas Américas, de Bahamas, Barbados, Canadá e EUA. O programa cubano é realizado em parceria com a Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS).

As pílulas profiláxicas são uma ferramenta essencial nos esforços de contenção ao vírus da imunodeficiência humana, e também são costumeiramente oferecidas às vítimas de abuso sexual.

Segundo estimativas do governo, atualmente cerca de 23 mil pessoas vivem na ilha com o vírus, com uma taxa de mortalidade de 17%.

Medicamentos anti-retrovirais e vacinas também são oferecidos em solo cubano – mas os próprios líderes do projeto relembram que o preservativo seguem sendo o método mais seguro e eficaz de se prevenir. Há quatro anos, Cuba se tornou o primeiro país do mundo a eliminar a transmissão do HIV de mãe pra filho ou filha.

 

(FOTOS: REPRODUÇÃO/HYPENESS)