Envie seu whats:
(54) 99664-0955

MEGA NEWS Ver +


Os melhores filmes de terror do primeiro semestre de 2019Os melhores filmes de terror do primeiro semestre de 2019

Compartilhe:
Publicado em 01/07/2019, Por Omelete

2019 entrou em sua segunda metade, e o ano não está decepcionando quando se trata de filmes de terror. Enquanto esperamos por Midsommar e It: A Coisa 2, agora é a hora certa para relembrar alguns dos melhores longas que horrorizaram o primeiro semestre.

 

NÓS

Com Corra! o diretor Jordan Peele demonstrou potencial, mas é em Nós que ele se estabeleceu como um dos principais nomes do terror moderno. Inspirado em contos bizarros de Twilight Zone e de Alfred Hitchcock, a trama acompanha uma família sendo confrontada por sósias violentos, passando então a descobrir todo um mundo de injustiças.

(Veja o trailer aqui)

 

CLÍMAX

Chegando aos cinemas brasileiros só este ano, o suspense do polêmico Gaspar Noé pode fugir um pouco da definição clássica de terror, mas isso não faz menos traumatizante: ver um grupo de dançarinos lentamente abraçando o caos após tomarem um ponche festivo batizado é belo exércico em como criar tensão a partir de uma premissa tão simples.

(Veja o trailer aqui)

 

 

A MORTE TE DÁ PARABÉNS 2

Continuação do híbrido entre comédia e slasher, A Morte Te Dá Parabéns 2 parece uma sequência desnecessária a primeira vista, mas não demora muito para conquistar com suas pirações de ficção científica e, claro, o enorme carisma da atriz Jessica Rothe, que novamente interpreta Tree presa em um loop temporal em que é perseguida por um assassino mascarado.

(Veja o trailer aqui)

 

SUSPIRIA - A DANÇA DO MEDO

Assim como Climax, a reinvenção do clássico de Dario Argento pelas mãos de Luca Guadagnino (Me Chame Pelo Seu Nome) é do ano passado, mas só chegou ao Brasil em 2019. O remake foge do molde giallo do original e decide investir em uma estética mais surreal, narrando a chegada de uma dançarina americana à uma prestigiada academia de dança na Alemanha durante tempos caóticos - tanto pelo contexto político da época como também pela administração, composta inteiramente por bruxas poderosas em conflito interno.

(Veja o trailer aqui)

 

BRIGHTBURN

Produzido por James Gunn (Guardiões da Galáxia), esse terror ganha pontos pela criatividade em pegar a origem do Superman e distorcê-la em um conto sombrio sobre uma criança extremamente poderosa, mas que não sabe controlar as próprias emoções. Mesmo errando aqui e ali, vale a pena pela originalidade - e também pelas violentas cenas de morte.

(Veja o trailer aqui)

 

ANNABELLE 3: DE VOLTA PARA CASA

No mesmo ano do fraquíssimo A Maldição da Chorona, o universo de Invocação do Mal compensa seus vários erros com um acerto inesperado: o terceiro Annabelle, que mostra a filha do casal Warren tendo de enfrentar a presença malígna da boneca. Dirigindo pela primeira vez na vida, Gary Dauberman - roteirista de It: A Coisa - mostra como a já-cansada fórmula criada por James Wan ainda pode render quando há melhor controle dos sustos baratos e das piadas sarcásticas.

(Veja o trailer aqui)