Envie seu whats:
(54) 99664-0955

MEGA NEWS Ver +


Holanda se torna primeiro país a mostrar crianças desaparecidas em caixas eletrônicosHolanda se torna primeiro país a mostrar crianças desaparecidas em caixas eletrônicos

Compartilhe:
Publicado em 03/06/2019, Por Razões para Acreditar

A Holanda tornou-se o primeiro país do mundo a permitir a exibição de crianças desaparecidas em caixas eletrônicos. Desde o início de maio, mais de 300 caixas da fabricante de sistemas bancários Inc2Retail começaram a exibir as fotos de crianças desaparecidas em seus protetores de tela.

O chamado “Amber Alert” é um sistema de alerta de emergência no caso de rapto ou desaparecimento súbito de uma criança, tendo surgido nos Estados Unidos em 1996. Nos últimos anos, tem sido amplamente utilizado em países da União Europeia.

As autoridades podem mostrar alertas de crianças desaparecidas ou sequestradas em telefones (via mensagens SMS), nas TVs (interrompendo as transmissões normais de TV) ou em placas de publicidade compatíveis.

Por enquanto, o sistema foi instalado em caixas eletrônicos de aeroportos internacionais (em Amsterdã e Roterdã), algumas dezenas de aeroportos nacionais, shopping centers e atrações turísticas consideradas movimentadas. O governo holandês planeja cobrir todo o país com o sistema até o final deste ano.

Além do Amber Alert, as máquinas exibirão informações sobre outro tipo de mensagem urgente chamada “Vermist Kind”, que é emitida quando as autoridades consideram que a criança pode estra com o bem-estar comprometido.

Em ambos os casos, os caixas eletrônicos exibem fotos das crianças desaparecidas junto com informações relevantes que podem ajudar a descobrir seus paradeiros. Quando não houver um alerta para exibir, as máquinas executarão uma campanha secundária que incentiva os holandeses a se inscreverem para receber alertas em seus telefones.

A Holanda é o primeiro país a desenvolver um sistema que pode ser exibidos em protetores de tela ATM. “Estamos muito satisfeitos com esta inovadora parceria e esperamos que outros países sigam este grande exemplo”, disse Frank Hoen, fundador e presidente da AMBER Alert Europe.