Envie seu whats:
(54) 99664-0955

MEGA NEWS Ver +


Anvisa alerta para riscos de intoxicação por uso de bórax em slimesAnvisa alerta para riscos de intoxicação por uso de bórax em slimes

Compartilhe:
Publicado em 27/05/2019, Por GaúchaZH

Febre entre as crianças, o slime, espécie de geleca colorida, foi alvo de alerta recente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Em comunicado publicado em seu site, o órgão afirma que o bórax (ou borato de sódio), vendido e usado para preparo caseiro do brinquedo, pode provocar intoxicação.

De acordo com a agência, a substância é um produto químico autorizado para diversas finalidades, como em fertilizantes, itens de limpeza e até mesmo medicamentos. Contudo, não é regulamentado pela Anvisa para uso nesse tipo de brinquedo. A inalação ou a ingestão pode provocar intoxicação. 

O pediatra e toxicologista Carlos Augusto Mello da Silva, do Centro de Informações Toxicológicas do Rio Grande do Sul, classifica como absurdo o uso dessa substância nas brincadeiras infantis:

— É totalmente fora de senso que um químico seja introduzido nas casas para crianças em idade escolar. É um produto potencialmente perigoso que pode provocar problemas pelo uso repetido. Não é brinquedo de criança e ponto final.

Ele lembra que, mesmo o uso de água boricada, que contêm a substância em baixas concentrações, não é recomendado.

— Se usar por semanas, pode ter um problema de pele. Imagine o contexto: a quantidade que é pequena para os adultos, que não ficam colocando as mãos na boca e nos olhos, pode ser grande para as crianças. É como o cigarro: não existe nível seguro. Se fumar um ou 10 cigarros, o risco de doença é o mesmo — critica o médico, que também preside o Departamento de Toxicologia e Saúde Ambiental da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP).

Para não acabar com a brincadeira das crianças, a pediatra, alergista e imunologista Helena Fleck Velasco, do Hospital da Criança Santo Antônio, sugere que, em casa, os pais optem por receitas sem bórax:

— E é importante lembrar que isso sempre deve ser feito com a supervisão de adultos, independentemente de usar ou não bórax.

A médica também lembra que é preciso cuidar elementos como glitter, que podem oferecer riscos se aspirados. Outros itens, como amaciante, espuma de barbear e cola, embora menos tóxicos, também não são isentos de riscos.

— O ideal é que a preparação seja feita por adultos e não pelas crianças — conclui Helena.

 

Slimes prontos de loja

O alerta da Anvisa é voltado principalmente para os produtos caseiros, em razão dos riscos do manuseio da substância e das quantidades. No entanto, os pais também devem ficar atentos à presença ou não da substância nos slimes industrializados, lendo as instruções e ingredientes nos rótulos.

 

Sintomas de intoxicação

Quando usado inadequadamente, o bórax pode provocar náuseas, vômitos, cólicas abdominais, diarreia com coloração azul/esverdeada, cianose (pele, unhas e lábios azulados ou acinzentados) e queda de pressão, perda da consciência e choque cardiovascular.   

 

O que fazer diante desses sintomas?

• Não provoque o vômito

• Não ingira água, leite ou qualquer outro líquido

• Ligue para o Centro de Informações Toxicológicas (CIT) local

• Se recomendado, procure um serviço médico de urgência

 

(FOTO: SESC GARANHUNS)