Envie seu whats:
(54) 99664-0955

MEGA NEWS Ver +


Explosão solar causou apagão de rádio na América do SulExplosão solar causou apagão de rádio na América do Sul

Compartilhe:
Publicado em 11/12/2020, Por METSUL METEOROLOGIA

A explosão solar do começo da semana, a maior em anos no Sol, trouxe um breve blecaute de rádio no planeta e que se concentrou justamente sobre a América do Sul, informou página especializada em tempo espacial.

Um pulso de raios-X do flare somas ionizou o topo da atmosfera da Terra, causando um rápido apagão de rádio de ondas curtas na América do Sul. As frequências afetadas foram principalmente abaixo de 10 MHz, logo não na faixa de frequência das emissoras de rádio comerciais que escutamos. Operadores de rádio-amador (PX e PY) podem ter ouvido um ‘rugido’ de estática solar durante o apagão.

O Centro de Previsão do Tempo Espacial da Administração Nacional de Oceanos e Atmosfera dos Estados Unidos (NOAA) mantém um aviso de tempestade solar para o planeta Terra nas próximas 48 horas após uma grande explosão solar do tipo C ter ocorrido no começo desta semana.

A região de manchas solares 2790 que vinha diminuindo nos últimos dias e com um campo magnético aparentemente simples surpreendentemente acabou produzindo uma explosão solar C7.4 de longa duração. Esta erupção solar foi eruptiva e rapidamente ficou claro que ela lançou uma ejeção de massa coronal (EMC) que provavelmente atingirá a Terra. 

Não há necessidade de se preocupar com efeitos na superfície do planeta, uma vez que esta tempestade solar terá impacto sobre a nossa magnetosfera. A tempestade solar, entretanto, deve favorecer espetaculares auroras boreais e que pela força da tempestade solar podem chegar a áreas mais ao Sul que o normal, até o estado americano de Illinois, onde está a cidade de Chicago. 

O novo ciclo solar, que tem duração aproximada de 11 anos, recém começou e esta explosão no Sol foi a maior dos últimos três anos. A NOAA projeta um ciclo menos ativo do que o normal, mas mesmo ciclos solares pouco ativos podem produzir grandes explosões.

(FOTO: METSUL METEOROLOGIA)