Envie seu whats:
(54) 99664-0955

MEGA NEWS Ver +


Rússia anuncia vacina com eficácia acima de 95% após segunda doseRússia anuncia vacina com eficácia acima de 95% após segunda dose

Compartilhe:
Publicado em 24/11/2020, Por GZH

A vacina contra covid-19 desenvolvida pelo Instituto Gamaleya, da Rússia, tem eficácia superior a 95%, informou o país, nesta terça-feira (24). Em comunicado, os russos afirmaram que o resultado foi obtido 42 dias após a administração da primeira dose. A conclusão ainda não foi publicada em nenhum periódico científico.

Seguindo o protocolo do ensaio clínico, as eficácias preliminares são calculadas em três momentos: quando forem atingidos 20 casos de covid-19 entre os voluntários, depois, com 39 casos e, por fim, com 78. Essa segunda análise diz respeito a 39 casos confirmados de infecção por coronavírus entre os participantes.

Eles foram identificados como sendo 31 parte do grupo que recebeu placebo e oito entre os que receberam o imunizante, totalizando eficácia preliminar de 91,4% 28 dias após a primeira dose (sete dias após a dose dois). Posteriormente, aos 42 dias da primeira dose (e 21 dias da segunda), a eficácia foi superior a 95%. Para calcular a eficácia da vacina, é preciso atingir um número pré-determinado pelo estudo de infectados entre os voluntários. Assim os dados para saber quem recebeu o que podem ser abertos para verificação.

– É muito importante que a segunda análise interina de eficácia da Sputnik V confirmou nossos achados do primeiro momento, que mostraram uma eficácia entre 91% e 92%. Deixe-me enfatizar que a segunda análise foi conduzida uma semana após os voluntários receberem a segunda dose, o que significa que seus corpos reagiram parcialmente a ambas doses. Esperamos que a taxa de eficácia seja ainda maior, baseada nos dados de três semanas após a segunda aplicação, quando a resposta mais forte e estável do corpo for alcançada. Planejamos fazer a terceira análise interina dos dados depois que forem confirmados 78 casos de coronavírus entre os voluntários, e temos todos os motivos para acreditar que os resultados vão superar nossas expectativas iniciais – comemorou, via comunicado, Denis Logunov, diretor do Gamaleya.

Ainda em andamento, a fase três do estudo, que é duplo-cego (quando nenhuma das partes sabe o que está sendo administrado), randomizado e controlado por placebo, conta com a participação de 40 mil voluntários. Conforme o comunicado, até o momento, mais de 22 mil já receberam a primeira dose e mais de 19 mil receberam as duas doses do imunizante. Não houve registro de eventos adversos ao longo da pesquisa, no entanto, os participantes seguem monitorados.

(FOTO: PEXELS)