Envie seu whats:
(54) 99664-0955

MEGA NEWS Ver +


Teste criado por pesquisadores do RS identifica se paciente está desenvolvendo imunidade para Covid-19Teste criado por pesquisadores do RS identifica se paciente está desenvolvendo imunidade para Covid-19

Compartilhe:
Publicado em 13/06/2020, Por G1/RS

Um grupo de cientistas comandado por médicos gaúchos desenvolveu um exame que identifica se uma pessoa está desenvolvendo imunidade contra o coronavírus. Os testes são produzidos e analisados em Porto Alegre.

Com resultado disponível em até 24h, os novos exames de imunidade são diferentes dos testes rápidos, que identificam anticorpos de dentro do vírus, a partir da proteína N, mostrando se a pessoa teve ou não contato com a Covid-19.

Neste teste de imunidade, é a proteína S que entra em contato com a célula. A partir de uma coleta de sangue, é possível quantificar a presença de anticorpos reagentes à proteína.

Além de apontar se a pessoa já teve contato com o vírus, é possível identificar também qual a quantidade de anticorpos reagentes à proteína S, indicando assim, se o paciente está desenvolvendo imunidade contra à Covid-19.

O médico e membro do grupo de pesquisa, Alberto Stein, explica que, atualmente, não se sabe qual é o nível de anticorpos que o paciente precisa ter para dizer que ele não vai mais desenvolver a doença.

"O que a gente sabe é que os anticorpos neutralizantes são contra a proteína S, e a gente está conseguindo identificar e quantificar eles", explica. "Agora, o número exato pra dizer que tu realmente não vai ter a doença clínica, eu não consigo te dizer ainda. Eu posso dizer assim, que tu está desenvolvendo imunidade contra o coronavírus", completa.

O teste foi desenvolvido durante 60 dias por oito pesquisadores, com recursos próprios, e feito com tecnologia 100% brasileira. Foram analisados oito mil amostras de sangue até chegar no resultado final.

Segundo Stein, é uma ferramenta pra enfrentar a doença com mais segurança, já que estima-se que 85% dos contaminados pelo vírus são assintomáticos ou tem sintomas leves.

"Ele vai se sentir mais seguro pra enfrentar o trabalho dele, pra ir às ruas, pra ir ao comércio. Eu não posso dizer para esse paciente, tira a máscara! Não, nada disso, isso é um erro. Ele tem que continuar com as medidas protetivas, tem que manter isso pra estimular as pessoas pra fazerem isso", destaca.

Segundo o administrador do laboratório onde os testes são realizados na Capital, Sérgio Oliveira, a expectativa é de realizar mil exames por dia. "É um teste que vai mudar o paradigma do coronavírus e a percepção da população quanto a essa pandemia com esse novo exame, que é completamente diferente", diz.

O exame tem custo de R$ 250 e é feito no Laboratório Mont'Serrat, que fica na Zona Central de Porto Alegre. Para a realização, é necessário ir ao laboratório e fazer um cadastro.

 

(FOTO: REPRODUÇÃO RBS/TV)