Envie seu whats:
(54) 99664-0955

MEGA NEWS Ver +


Ala Covid-19 do HBSJ é referência para 50 mil habitantes da regiãoAla Covid-19 do HBSJ é referência para 50 mil habitantes da região

Compartilhe:
Publicado em 12/05/2020, Por Assessoria de Imprensa HBSJ

O Hospital Beneficente São João (HBSJ) vem passando por inúmeras adequações desde o mês de março com o foco no atendimento a pacientes suspeitos ou com confirmação de coronavírus, covid – 19. Com a estruturação da Ala Covid, localizada no “coração” do Hospital, o setor administrativo foi transferido para o prédio ao lado da área hospitalar, liberando um espaço estratégico para o isolamento da Ala, além de proporcionar mais segurança para os profissionais das funções administrativas da instituição.

Conforme o Dr. Matheus Fabro, um dos médicos responsáveis pela Ala Covid, esta nova estrutura conta com 10 leitos Semi Intensivos, equipados com cinco respiradores mecânicos e ainda dois quartos destinados para o isolamento de casos suspeitos, havendo ainda a possibilidade de ampliação de leitos e quartos destinados para esta finalidade. Há também uma área para o fluxo de isolamento para pediatria, caso haja necessidade.

A ala é praticamente isolada do restante da estrutura do hospital e conta com a atuação direta de cinco médicos, sendo quatro de Passo Fundo, além de técnicos de enfermagem, enfermeiros, fisioterapeutas, responsáveis por exames de imagem e pessoal de seção, profissionais que estão atuando exclusivamente na Ala Covid. Vale ressaltar que mesmo com a atuação direta destes profissionais, há de forma indireta o apoio por parte de toda a equipe do HBSJ.

A atuação exclusiva da equipe Covid evita a circulação de vírus no próprio hospital, diminuindo a taxa de contaminação.

Sendo referência para aproximadamente 50 mil habitantes, a ala conta com o financiamento dos municípios de Sananduva, Machadinho, Maximiliano de Almeida, Paim Filho, São João da Urtiga e Santo Expedito do Sul, além das inúmeras doações recebidas.

 

Protocolo de atendimento

O HBSJ segue um protocolo de atendimento para os casos suspeitos de coronavírus. O paciente que procura a emergência ou é encaminhado pelas Unidades Básicas de Saúde é triado e em apresentando sintomas gripais é direcionado para o contêiner, localizado na parte externa da emergência, para aguardar o atendimento especifico para Covid-19.

O atendimento para estes casos ocorre no consultório destinado a Covid e com os profissionais que estão atuantes na área. Este consultório é separado e funciona independente da emergência convencional.

De acordo com o Dr. Matheus, dependendo da avaliação médica é que se verifica se o paciente terá a necessidade de internação e ou da realização de exames de imagem e exames específicos para diagnósticos do covid (RT - PCR ou teste rápido, conforme indicação médica).

Matheus explica ainda que conforme o estado do paciente diferentes encaminhamentos são dados. Nos casos clínicos leves os pacientes são encaminhados para o tratamento ambulatorial e para o isolamento domiciliar e repassado o caso para a Vigilância Epidemiológica do município para o acompanhamento.

Já nos casos moderados e graves ocorre a internação, seguindo para o tratamento intrahospitalar, direcionado ao leito CTI ou isolamento na área Covid. Nos casos graves abre-se o chamado da central de leitos para a transferência para a UTI no hospital referência, que no caso da região é Passo Fundo.

Em dados gerais a Ala Covid do HBSJ tem realizado atendimentos que na sua maioria são avaliados como casos leves e moderados.

Outro ponto fortemente destacado pela equipe do hospital é atuação conjunta com a Vigilância Epidemiológica de Sananduva e dos demais municípios que tem o HBSJ como referência para os casos suspeitos de coronavírus.

 

(FOTOS: DIVULGAÇÃO)