Envie seu whats:
(54) 99664-0955

MEGA NEWS Ver +


Estudo inédito sobre coronavírus no RS tem nova etapa a partir de sábadoEstudo inédito sobre coronavírus no RS tem nova etapa a partir de sábado

Compartilhe:
Publicado em 08/05/2020, Por GaúchaZH

Mais uma etapa da pesquisa que aponta a prevalência do coronavírus no Rio Grande do Sul será realizada em nove cidades a partir deste sábado (9). Os entrevistadores — que fazem questionários e aplicam o teste rápido para detectar anticorpos da covid-19 — têm como meta atingir 4,5 mil participantes. A última etapa do levantamento estimou que, para cada caso de infecção notificado, há 12 desconhecidos pelas autoridades.

O estudo inédito no Brasil também aponta que o Estado tem entre 5,6 mil e 15 mil pessoas que já foram infectadas pelo coronavírus. Já os dados oficiais registram somente 2.182 casos. Além de mostrar a quantidade de infectados na população, o levantamento indica a velocidade do contágio no RS.

Os resultados desta nova etapa devem ser apresentados até a quarta-feira (13). O trabalho foi encomendado pelo governador Eduardo Leite, é coordenado pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e testará 18 mil pessoas.

A pesquisa chega à sua terceira etapa comemorando a adesão da população. Na primeira etapa, houve dificuldade dos entrevistadores para entrar nas residências e não foi possível fazer o total de 4,5 mil testes. No segundo turno, a participação foi total.

As equipes têm tido o acompanhamento de agentes da saúde de cada região e apoio de órgãos de segurança. As cidades visitadas são Pelotas, Porto Alegre, Canoas, Caxias do Sul, Passo Fundo, Santa Maria, Ijuí, Santa Cruz do Sul e Uruguaiana. O trabalho ocorre entre o sábado (9) e a segunda-feira (11).

A segunda fase do trabalho revelou que há alta transmissibilidade no ambiente doméstico — ou seja, dentro de casa, entre pessoas que moram juntas. No total, 75% dos que moravam com participantes que tiveram teste positivo apresentaram o mesmo resultado no exame. Também mostrou que havia ocorrido redução, entre a primeira e a segunda fase, da adesão ao distanciamento social: dos 4,5 mil entrevistados, 28,3% disseram sair de casa todos os dias. Na primeira etapa, a proporção era de 20,6%.

Depois de iniciado no Estado, o estudo foi encomendado pelo Ministério da Saúde. Pesquisadores vão testar 99,7 mil pessoas em 133 cidades na etapa nacional, que deve começar nos próximos dias. No RS, o governador Eduardo Leite já deu aval para que a pesquisa siga sendo aplicada a partir de junho, mas a continuidade depende ainda de discussões. Na versão atual, as entrevistas e testes são feitos com intervalos de 15 dias e o trabalho, coordenado pelo epidemiologista e reitor da UFPel, Pedro Curi Hallal, será concluído com quatro etapas.

 

Em caso de dúvida

- O participante que tiver receio de permitir a entrada dos pesquisadores pode fazer contato com os órgãos de segurança da sua cidade.

- A Brigada Militar e a Guarda Municipal das localidades estão apoiando o estudo e têm informações sobre os locais de visitação previstos na pesquisa.

FOTO: MARCELO CASAGRANDE / AGENCIA RBS