Envie seu whats:
(54) 99664-0955

MEGA NEWS Ver +


RS usará dados de celulares sobre mobilidade da população para combater pandemiaRS usará dados de celulares sobre mobilidade da população para combater pandemia

Compartilhe:
Publicado em 07/05/2020, Por Governo RS

A mobilização para conter o avanço do novo coronavírus no Rio Grande do Sul ganha um novo aliado. A partir de uma parceria com as principais empresas de telefonia celular – Claro, Oi, Tim e Vivo –, o governo do Estado terá acesso a dados agregados e não individualizados sobre deslocamento populacional, em tempo real, nas diferentes localidades do Estado. O objetivo é ter insumos para a tomada de decisões estratégicas no combate à pandemia. O acesso da base de dados das operadoras é limitado a pessoas específicas e foi liberado nesta quarta-feira (6/5).

As informações, geradas a partir de dados da rede móvel das diferentes operadoras, permitirão acompanhar a mobilidade populacional e identificar situações de aglomeração de pessoas que, segundo as autoridades sanitárias, representam os maiores riscos de contaminação pela Covid-19.

Sem qualquer custo para o Estado, o termo de cooperação técnica com as empresas que atuarão em parceria foi firmado no final de abril. Ao comentar a cooperação das operadoras, o governador Eduardo Leite ressaltou, durante transmissão ao vivo pela internet nesta quarta-feira (6/5), o quanto a disponibilidade de dados a partir das redes móveis poderá auxiliar nesse momento.

As informações serão apresentadas em um modelo de “mapa de calor” que indica maior ou menor concentração populacional por localidade, em diferentes períodos. Os dados que serão consultados estarão em nuvem pública (Data Lake) e organizados de forma agregada, estatística e anônima, de acordo com as normas da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) e do Marco Civil da Internet.

“Esse é um aspecto que é necessário frisar para a sociedade: o sigilo pessoal estará assegurado. Não nos interessa saber sobre o comportamento de cada pessoa. O que precisamos acompanhar é a aglomeração de pessoas, o quanto determinados comunidades nos municípios ou até em bairros menores deixam suas casas e com qual frequência”, acrescentou o governador.

O Rio Grande do Sul está sob decreto de emergência por conta da doença, e o governo determinou restrições a diversas atividades, o que inclui a suspensão das aulas em todas as redes. Na avaliação do secretário de Governança e Gestão Estratégica (SGGE), Cláudio Gastal, as informações disponibilizadas representam um elemento decisivo, junto a outros estudos analisados no Comitê de Crise, para que o governo implante políticas públicas mais eficazes no combate ao coronavírus.

Atuando em parceria, as principais operadoras de telefonia móvel do Brasil já haviam disponibilizado a mesma ferramenta ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. As operadoras desenvolverão ainda aplicativos e casos de uso para auxiliar os órgãos públicos no mapeamento da evolução da epidemia do novo coronavírus.

FOTO: GUSTAVO MANSUR/PALÁCIO PIRATINI