Envie seu whats:
(54) 99664-0955

MEGA NEWS Ver +


Coronavírus | Tire suas dúvidas sobre a barba e quais os cuidadosCoronavírus | Tire suas dúvidas sobre a barba e quais os cuidados

Compartilhe:
Publicado em 25/03/2020, Por UOL

Entre os muitos cuidados para evitar a contaminação pelo coronavírus, raspar a barba pode ser mais uma iniciativa para manter a higiene e evitar a doença. No entanto, não são todos os homens que precisam aparar os pelos do rosto, de acordo com especialistas.

Igor Marinho, infectologista do Hospital das Clínicas da FMUSP (Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo) e coordenador médico do hospital AACD, explica que o cuidado maior é para os profissionais de saúde que precisam usar máscaras. "Por causa da barba, a máscara pode perder a capacidade de filtrar o vírus e impurezas, além de prejudicar a vedação do material", diz.

Lessandra Michelin, infectologista e diretora da SBI (Sociedade Brasileira de Infectologia), explica que para os homens que não trabalham na área da saúde não deve haver nenhuma medida emergencial ou depilação total de pelos. "O momento em que a pessoa lava o rosto é suficiente para limpar a barba. O ideal é mantê-la curta e sempre fazer uma higienização com água e sabão", afirma.

Michelin ressalta ainda que não há nenhum estudo que comprove que a barba é um transmissor do vírus. "São os mesmos cuidados que falamos para alguém que vai lavar o rosto e não tem barba. Mantenha o rosto e as mãos sempre limpas e evite tocar nas mucosas.".

 

Recomendação também vale para os cabelos

Algumas fake news circularam pela internet recomendando que as pessoas evitassem usar xampus, alegando que o produto não tem o pH suficiente para matar o vírus. No entanto, segundo os médicos, não há nenhum fundamento ou estudo científico que comprove isso. Muito pelo contrário. O ideal é sempre higienizar os fios e deixá-los limpos.

Marinho explica que a boa higiene é fundamental para o vírus não se propagar. Como os hospitais já seguem protocolos de higienização dos cabelos, o infectologista explica que profissionais de saúde que possuem cabelos longos devem prender os fios e, se em algum momento estiver em contato com algum paciente com suspeita de covid-19, usar toucas apropriadas.

Já para a população em geral, uma boa higienização e lavagem dos fios já é suficiente para afastar o vírus.