Envie seu whats:
(54) 99664-0955

MEGA NEWS Ver +


Filtro solar deve ser aplicado em quantidade adequada para prevenir câncer de peleFiltro solar deve ser aplicado em quantidade adequada para prevenir câncer de pele

Compartilhe:
Publicado em 13/01/2020, Por GaúchaZH

Embora o Rio Grande do Sul ainda apareça como um dos Estados com maior incidência de câncer de pele, a educação dos gaúchos em relação ao uso do filtro solar dá sinais otimistas. Dados da 21ª Campanha Nacional de Prevenção ao Câncer da Pele, promovida pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), revelam que 53,33% da população daqui se expõe sem proteção, contra 63,05% dos brasileiros em geral. Obtidas no dia 7 dezembro, durante um mutirão da SBD para atendimento gratuito à população, as informações consideram uma amostra de 1487, total de pessoas que foram atendidas em um dos 10 postos nessa data.

Com os atendimentos, foram identificados casos de câncer de pele em 17% dos pacientes que participaram da mobilização no Estado. Mais de 83% não tinham histórico da doença, enquanto mais de 72% não tinha sequer histórico familiar.

— Esse valor tem se mantido constante (nos últimos mutirões). Todos esses pacientes foram encaminhados para retirada das lesões — diz a dermatologista Taciana Dal'Forno Dini, presidente da Sociedade Brasileira de Dermatologia Regional Rio Grande do Sul (SBD-RS).

Das pessoas atendidas, o maior percentual se enquadrava no fototipo dois (classificação dada à pele de acordo com a sensibilidade ao sol), somando 38,8%. Esse tipo de pele é reconhecida como branca, que sempre fica queimada e bronzeia pouco, e é sensível ao sol.

— Está comprovado que as queimaduras solares estão associadas ao câncer de pele. Então, é importante que as pessoas se cuidem sempre desde o primeiro dia, que é quando estão com a pele mais clara e querem ficar bronzeadas mais rápido — ensina a dermatologista.

 

Quantidade de filtro solar importa

Tanto para evitar queimaduras quanto para prevenir o câncer de pele, a regra número um é a proteção. E isso não quer dizer aplicar apenas uma camada de filtro solar de qualquer jeito sobre a pele. Passar o produto corretamente é determinante para garantir a proteção adequada e sem prejuízos à saúde durante a exposição solar. Pesquisas indicam que, no dia a dia, a quantidade de filtro solar aplicada corresponde a um terço do fator que consta no rótulo do produto, diz Taciana.

— Em geral, ao usar um filtro 60, a quantidade aplicada equivale a uma proteção de 20 — ilustra a médica.

A recomendação dos especialistas é a de seguir a regra da colher de chá do produto com fator de proteção 30, no mínimo: uma para o rosto, cabeça (em carecas) e orelhas, uma para cada braço e antebraço, duas para cada perna e duas para a frente e as costas do tronco.

Fora o filtro, é importante complementar a proteção com o uso de chapéu, óculos escuros, roupas com fator de proteção e guarda-sol com tecido reforçado. Evitar o sol entre as 10h e as 15h também é uma regra que deve ser respeitada pela população em geral.

 

Proteja-se

• Evite sol entre 10h e 15h

• Aplique filtro solar com, pelo menos, FPS 30

• Siga a regra da colher de chá

• Reaplique o produto a cada duas horas 

• Se ficar imerso na água, após sair, seque-se e reaplique o produto

• Fique na sombra de guarda-sóis com tecido grosso

• Abuse de chapéus, óculos e roupas com fator de proteção