Envie seu whats:
(54) 99664-0955

MEGA NEWS Ver +


Crianças cegas escrevem cartinhas em braile para o Papai NoelCrianças cegas escrevem cartinhas em braile para o Papai Noel

Compartilhe:
Publicado em 29/11/2019, Por Bom Dia Paraíba / Razões para Acreditar

Pela primeira vez, as crianças do Instituto dos Cegos de João Pessoa (PB) escreveram cartas para o Papai Noel pedindo presentes de Natal – e claro que esses meninos estão numa felicidade imensa!

É a primeira vez que Pedro, 10 anos, escreveu uma carta para o Bom Velhinho. “Papai Noel, eu fui um bom menino”.

A maioria dessas crianças já nasceu com a deficiência visual, e nunca tinha feito uma cartinha com pedidos de Natal.

 

Papai Noel receberá cartas em braile

Pela primeira vez em 30 anos de campanha, Papai Noel vai receber cartas em dois códigos: português e braile. Os pedidos serão entregues nesta sexta-feira (29) na sede dos Correios.

As cartinhas do ICPB serão escritas em braile, um sistema de escrita e leitura baseado em 64 símbolos em relevo. Para eles, os olhos estão na ponta dos dedos.

A novidade deixou a turma super animada! Eles foram correndo colocar no papel o que querem ganhar de presente. “Eu quero ganhar um spinner”, diz Marcos Martins, 10 anos.

“O spinner ‘desconta’ muita raiva, viu? E tira um pouco do tédio”, emenda Pedro. Ele quer um mini-game de Natal.

Já a Maria Heloíse até tentou fazer suspense, mas terminou contando o que pediu na cartinha. “Uma boneca Stefany. Aquela que parece uma princesa”.

A professora que alfabetizou a turma em braile é mais uma incentivadora. “Isso é muito legal… Saber que eles gostaram muito, que foi proveitoso. Essa é uma oportunidade que chegou antes das provas e para as criança foi um incentivo muito grande, até para tirarem boas notas”, diz ela, toda orgulhosa.

As cartas são transcritas antes de serem levadas para a sede dos Correios. Lá, estarão disponíveis para ‘adoção’ assim como as cartas de outras crianças.

“Você não imagina a alegria delas… A descontração, o envolvimento na magia do Natal. A gente sabe que esse é um momento muito especial para as crianças e a presença desse projeto aqui nos trouxe a oportunidade de elas viverem mais intensamente o que é a inclusão. Certamente isso é muito válido porque esta instituição busca integrá-los na sociedade“, diz Marco Lima, diretor da Escola do ICPB.

 

FOTO: REPRODUÇÃO/GLOBO PLAY